Envie uma mensagem para comprar

 

Entenda como o hábito comum de bater papo através de mensagens de texto tem facilitado a compra dos clientes, e ajudado os varejistas a vender mais.

Trocamos informação o tempo todo através de mensagens, fotos e pequenos vídeos. As curtas mensagens de texto com abreviações e imagens são formas quase intuitivas de comunicação, talvez por isso façam tanto sucesso os aplicativos como WhatsApp, Facebook, Twitter e Instagram. Pensando nessa linguagem rápida de comunicação, surgem serviços e canais de venda baseados em mensagens de texto, ou seja, o pedido de compra pode acontecer com poucas palavras digitadas no celular ou no computador. O cliente apenas escreve num bate-papo o que deseja e o varejista envia o produto, simples assim. Essa prática tem crescido exponencialmente nos Estados Unidos e já chegou no Brasil.

 

 

Alguns serviços solicitam um pré-cadastro do cliente e, a partir de um simples texto pedindo o produto, a compra é efetuada. A transação exige apenas curtas mensagens de texto do cliente via aplicativos comuns como WhatsApp ou, em alguns casos, aplicativos próprios de varejistas. O cliente é identificado através do número do telefone ou nome do usuário, faz o pedido de compra, confirma e recebe o produto no endereço previamente cadastrado. Se ele não tiver cadastro, alguns lojistas também aceitam a informação na hora do pedido. Este tipo de serviço possui três focos: (1) alguns produtos são vistos como “commodity” pelos clientes, ou seja, eles não precisam ir até a loja porque já sabem o que querem; (2) os clientes mais jovens, principalmente das gerações Y e Z, valorizam essa praticidade e gostam da linguagem digital se comunicar; e (3) a facilidade e rapidez de compra para alguns produtos tem atraído a atenção dos clientes.

Apesar de quase todos os produtos poderem ser comercializados através desses bate-papos, as compras de pequeno valor como, por exemplo, a entrega de comida, flores, medicamentos, livros e itens de menor risco de arrependimento são a preferência dos consumidores.

Do lado do varejista, quase a totalidade das vezes, existe uma interface humana para ler as mensagens, responder e concretizar o pedido. Embora, algumas operadoras de telefonia no Brasil já utilizam interfaces digitais para compra de créditos através de mensagens via SMS.

 

O principal benefício dessa modalidade de venda para o cliente é a praticidade do cliente. E, para o varejista, é a capacidade de alcançar seu consumidor em movimento, em qualquer lugar, a qualquer hora, de forma simples.

 

Essa tem sido a aposta estratégica dos varejistas que estão adotando esse tipo de venda: transformar um hábito de relacionamento pessoal em uma nova maneira de prolongar o contato e a visibilidade da marca.

 

 

 

 

 

Voltar para Comportamento

Os editoriais representados nesse site não expressam necessariamente a opinião das organizações mencionadas. Os textos são escritos por analistas de mercado de/para Dexi Marketing Ltda. com informações e imagens disponíveis na mídia. Não têm qualquer vínculo comercial ou publicitário com o seu editor. Assim, a Dexi espera colaborar com informações técnicas para o desenvolvimento do conhecimento do varejo e estudos do comportamento de consumo.

© 2016 por Dexi Marketing Ltda. Todos os direiros reservados.