O valor das Mídias Sociais

 

Como gerar resultados para a loja através das mídias sociais.

Pierre Bourdieu escreveu a teoria do Capital Social e previa o aumento do senso de comunidade entre as pessoas, mencionou que haveria uma crescente valorização à busca da informação, desejo por obter conhecimento e como essa relação forneceria status e reconhecimento social às pessoas. A teoria de Pierre ajuda a presença de valor nas redes sociais e comunidades virtuais. Esse valor é tão expressivo, que a agência SumAll identificou que uma simples menção de uma marca ou produto no Twitter gera em média 25 dólares em vendas adicionais. Mas, qual a ligação da teoria de Pierre e da pesquisa da SumAll com o varejo? Alguns exemplos podem ilustrar esta ligação.

Marc Jacobs – durante a semana de moda em Londres, a marca fez uma ação em uma de suas lojas para promover o perfume Daisy. A mecânica era a seguinte: ao divulgar o produto em seu Twitter, Instagram ou Facebook usando #MJDaisyChain, o cliente acumularia um dólar de crédito para cada quinhentos dos seus seguidores atingidos com a mensagem dele sobre o produto. O crédito gerado poderia ser usado como desconto na loja, até um limite máximo de desconto. O esforço rendeu 21 milhões de menções à loja nas redes sociais apenas num final de semana e lotou o local.
Outras marcas como Adidas, Estee Lauder e Forever 21 já realizaram ações similares para serem mencionadas nas redes sociais e atrair tráfego de pessoas para suas lojas físicas.


Birds Eye – no verão passado, também em Londres, a Birds Eye fez uma promoção na qual os clientes poderiam pagar parte da sua conta com créditos gerados por fotos tiradas dos pratos ou, se ainda não tivessem feito um pedido no restaurante, com fotos dos da fachada postadas na rede social Instagram. A movimentação de ida ao restaurante para fazer as fotos e as postagens no Instagram, geraram enorme tráfego adicional e menções do local nas redes sociais.

Nordstrom – a rede de lojas de departamento Nordstrom percebeu que indicando na loja aos produtos com melhor avaliação na rede social Pinterest, a venda desse produto específico aumentava até 49%. O melhor resultado foi que essa “recomendação” ainda elevava a venda média do setor feminino em 4,1%, ou seja, além do produto indicado vender mais, toda a seção teve acréscimo real de vendas indicando que os clientes não só foram influenciados pelas dicas da rede social, mas também passaram a comprar mais.

A integração da loja com o Pinterest deu tão certo, que a rede desenvolveu um aplicativo para os vendedores da loja que analisa as avaliações na rede social e compara com o estoque disponível na loja, indicando quais produtos devem ser assinalados como “bem votados” no Pinterest.

As redes sociais são fortes geradoras de tráfego tanto para o varejo eletrônico como para o físico. Se as ações forem estruturadas com estímulo e recompensa os clientes podem se engajar na ação, gerar alto tráfego na loja com a vantagem de controlar os dados estatísticos de acesso e visualização das redes sociais para calcular o retorno da ação.

Algumas marcas estão percebendo que as promoções através dos clientes têm grande poder de disseminação para gerar tráfego na loja, podem ser reconhecidas como recompensas pelos clientes e, ainda, tem maior poder de persuasão se comparado à publicidade digital.

 

 

 

 

 

 

 

Voltar para Estratégia

Os editoriais representados nesse site não expressam necessariamente a opinião das organizações mencionadas. Os textos são escritos por analistas de mercado de/para Dexi Marketing Ltda. com informações e imagens disponíveis na mídia. Não têm qualquer vínculo comercial ou publicitário com o seu editor. Assim, a Dexi espera colaborar com informações técnicas para o desenvolvimento do conhecimento do varejo e estudos do comportamento de consumo.

© 2016 por Dexi Marketing Ltda. Todos os direiros reservados.