Wifi na loja

 

Que tal oferecer o serviço de wifi com internet gratuita para os clientes?

Decidir se a loja pode ou deve oferecer wifi para os clientes está longe de ser uma tarefa simples como ligar um equipamento e liberar o acesso à internet. Avaliar a viabilidade desse serviço envolve diversos aspectos como tecnologia, segurança de rede, custo mensal, percepção de marca, tempo de permanência do cliente na loja e outros aspectos que variam caso a caso. Até o ramo de negócios influencia a decisão. Por exemplo, os benefícios do wifi podem ser diferentes entre uma cafeteria, farmácia e um supermercado. Com tantas variáveis, encontrar uma resposta imediata pode ser uma tarefa difícil, mas, para facilitar este processo de análise, se concentrar na percepção e experiência do cliente é um bom começo.
Qual seria o benefício de oferecer wifi na loja para os clientes? Vamos considerar dois públicos: (1) os potenciais, aqueles clientes que não foram à loja, mas poderiam se sentir atraídos caso o ambiente tivesse wifi; (2) os clientes que já estão na loja e poderiam acessar o serviço.

Potenciais clientes – uma pesquisa realizada pela IGR para a DeviceScape com 400 pequenos varejistas de diversos segmentos nos Estados Unidos, indicou que o wifi tem o poder de gerar tráfego adicional na loja, mas o fluxo de clientes agregado acabou sendo pequeno quando foi medido. A pesquisa indicou que poucas pessoas se sentiram motivadas a entrar na loja para acessar o wifi. Os lojistas, indicaram que o perfil das pessoas atraídas não era necessariamente o mesmo dos seus clientes habituais, mas efetivamente houve uma venda adicional para alguns que buscavam um ponto de acesso. Resumindo, o wifi teve pouco poder de atração de novos clientes para a maioria das lojas pesquisadas.

Clientes – disponibilizar o serviço para os clientes que estão na loja teve outro resultado. A mesma pesquisa indicou que 31% dos clientes se conectaram na rede enquanto estavam na loja. 62% desses clientes aumentaram seu tempo de permanência na loja e 51% deles também aumentaram o valor das suas compras, o que acabou elevando o ticket médio dessas lojas em 9%. Um excelente resultado.

Sabemos que a satisfação do cliente é baseada essencialmente na experiência de compra, quanto melhor ela for, maior será a chance de falar bem, retornar e recomprar. Oferecer serviços e praticidade influencia a experiência, afinal quanto mais benefícios forem agregados ao produto que está sendo vendido, maior e melhor a percepção de valor. Também sabemos que quanto mais tempo os clientes passam no ponto de venda, desde que seja por vontade própria deles e não em virtude da operação da loja, maior é a interação com os produtos e maior o valor gasto na compra. Esse sistema pode indicar os motivos que levaram ao aumento do faturamento das lojas que disponibilizaram wifi.

A pesquisa também indicou que 79% dos lojistas que implementaram wifi como cortesia dizem que é algo importante para os seus negócios e não planejam retirar o acesso. Alguns deles, implementaram o serviço com restrições logo no início, limitaram o tempo de uso dos clientes ou impuseram senhas de acesso, mas a maioria decidiu alterar essa mecânica ao longo do primeiro mês para ampliar o uso dos clientes quando perceberam que não havia abuso de acesso, como imaginaram inicialmente.

Os consumidores estão habituados ao acesso online, alguns deles não se importam de passar mais tempo na loja ou acompanhando alguém que está comprando se tiverem a disponibilidade do acesso gratuito. Trata-se de um serviço de alta percepção de valor agregado e que custa para o varejista, na verdade, alguns centavos de real por acesso. Num futuro próximo, o acesso do wifi será tão comum com energia ou água.

 

 

 

 

Voltar para Experiência de Compra

Os editoriais representados nesse site não expressam necessariamente a opinião das organizações mencionadas. Os textos são escritos por analistas de mercado de/para Dexi Marketing Ltda. com informações e imagens disponíveis na mídia. Não têm qualquer vínculo comercial ou publicitário com o seu editor. Assim, a Dexi espera colaborar com informações técnicas para o desenvolvimento do conhecimento do varejo e estudos do comportamento de consumo.

© 2016 por Dexi Marketing Ltda. Todos os direiros reservados.